Trabalhadores terceirizados do Governo do Amazonas via empresa BRB Serviços de Saúde no centro de reabilitação de dependentes químicos Abdel Aziz, no município de Rio Preto da Eva (a 80 quilômetros de Manaus), denunciam ao BNC Amazonas que estão sem receber seus salários completos desde dezembro de 2018.

Assim, além de dezembro, estariam em atraso os meses de fevereiro, março e abril deste ano.

Fonte da BRB explicou que há atraso sim, mas não na forma como denunciado. Em acordo com os trabalhadores, o salário de dezembro foi fatiado em três parcelas, das quais uma foi quitada. Deste ano, a empresa estaria devendo março e abril.

 

Leia mais

Susam promete a terceirizados liberar pagamentos em atraso

 

Atraso desde a Susam

Esclareceu a fonte da terceirizada que a Secretaria de Saúde (Susam) deve os pagamentos dos meses de outubro, novembro e dezembro de 2018, mais fevereiro, março e abril deste ano. Essa seria a razão da dificuldade da BRB em sanar a dívida com os trabalhadores.

Ainda de acordo com a BRB, a Susam prometeu pagar pelo menos um desses seis meses atrasados até o próximo dia 20. Cumprida a promessa, o recurso vai ser destinado aos funcionários.

O BNC aguarda posicionamento da Susam.

A Susam, por intermédio da Assessoria de Comunicação respondeu no início da noite:

“A Susam não é responsável pelo pagamento direto dos salários dos funcionários das empresas terceirizadas e tem cobrado das mesmas o cumprimento de suas obrigações trabalhistas. A referida empresa recebeu pagamentos de janeiro e fevereiro referente ao contrato do Centro de Reabilitação de Dependentes Químicos (CRDQ) e o de março está em fase de execução”.

 

 

Leia mais

Susam vai ao MPT apontar empresas que não pagam terceirizados

 

Foto: Divulgação/Secom