A presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputada Dra. Mayara Pinheiro (PP), espera discutir e aprovar com seus pares o remanejamento de R$ 300 milhões para quitar débitos da saúde.

O recurso é do FTI (Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura , Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas).

“A proposta ainda não foi formalizada. Nós temos a notícia de que está na Casa Civil e deve chegar aqui na Casa na próxima semana. Aí, o projeto será discutido e nós vamos trabalhar para a aprovação, principalmente no que se diz ao remanejamento do recurso do FTI”, disse a parlamentar em reunião nesta sexta-feira, dia 8, com deputados e representantes de cooperativas para tratar sobre o atraso no pagamento dos  servidores.

 

Leia mais 

Conheça o plano de Amazonino que pode evitar calote aos médicos

Melo também pediu socorro da ALE-AM em 2015 para pagar médicos

 

Segundo a progressista, é preciso um olhar urgente para essa problemática da saúde, que passa por uma crise sem precedentes no estado, atingindo o pagamento de servidores e compra de material básico de atendimento.

“Precisamos de planejamento para intervir  e ajudar na melhor forma possível. Vamos agilizar e cobrar do executivo, para que os profissionais possam trabalhar  e a saúde do Amazonas comece a respirar”, pontuou Mayara.

 

Cirurgias

Outro problema mencionado pelos médicos  e representantes de cooperativas durante a reunião foi a interrupção nas cirurgias.

“Essa discussão liderada pela Dra. Mayara é fundamental para a retomada na saúde. O primeiro passo é o pagamento dos servidores, mas depois vamos lutar pela volta das cirurgias”, falou a presidente da Sociedade Amazonense de Patologia Pediátrica (SAPP), Cynthia Almeida.

Com foto e informações da assessoria de imprensa.