Por Neuton Corrêa, da Redação

 

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado David Almeida (PSB, na foto), informou agora à noite que recebeu uma mensagem do Executivo pedindo ajuda da Casa para pagar as empresas médicas que estão com faturas atrasadas desde agosto.

Leia mais

Governo anuncia que vai dar calote de três meses em médicos

 

De acordo com David, a ajuda será no sentido do Legislativo conceder autorização para que o governo possa lançar mão de recursos que estão entesourados em fundos administrados pelo Estado, mas que precisam de votação na ALE-AM para serem movimentados.

Conforme explicação de David Almeida, o governo ficou sem dinheiro e agora precisa usar suas reservas.

“Têm recursos que estão numa conta específica e precisam de autorização da Assembleia”, disse o presidente numa transmissão do Facebook, às 20h.

David antecipou que o assunto deverá ser a pauta principal de amanhã, na ALE-AM, e que, provavelmente, será aprovado pelos deputados.

Mais cedo, dirigentes das empresas médicas informaram ao BNC Amazonas que os deputados devem mexer em recursos do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI).

Segundo eles, essa foi a informação que receberam do governo.

 

Médicos farão lobby na ALE-AM

O site recebeu informação de que os médicos deverão fazer lobby amanhã, entre os deputados, enquanto o assunto estiver em pauta.

A pressão está expressa num texto de mobilização que circula nas redes sociais entre os médicos.

O texto diz que as diretorias das empresas médicas serão recebidas por David Almeida às 10h desta terça-feira, dia 13, e que, além de David, procurarão interagir com o maior número possível de deputados.

A mobilização diz que “o cenário é de extrema preocupação” e acrescenta: “Precisamos do suporte de todos vocês nesse momento, que nunca foi tão grave!”.

 

Leia o texto de mobilização, na íntegra:

Diante deste cenário, as Diretoria das Empresas Médicas definiram:

1) Confirmada reunião amanhã 10:00h na ALE-AM no Gabinete da Presidência da Casa;

2) Buscar interagir com o maior número possível de Deputados sobre a necessidade de aprovar  com URGÊNCIA o remanejamento de fundos para SAÚDE, diante do risco iminente do serviço tornar-se inviável;

3) Confirmar que a votação sobre o tema será agendada já para quarta feira 14/11/18;

4) Manter a Reunião de amanhã 13/11/18 a noite com os médicos associados de TODAS as Empresas Médicas, no auditório do CRM às 19:00h.

Caros colegas, o cenário é de extrema preocupação. A imprensa local foi acionada para cobrir nossa reunião Dr amanhã a noite. Necessitamos da participação efetiva do maior número de Sócios das empresas presentes.

Este movimento não pode se apresentar enfraquecido! E caso confirmada a votação na quarta feira na ALEAM, convocar todos os trabalhadores da Saúde para estarem na plenária também! Precisamos do suporte de todos vocês nesse momento, que nunca foi tão grave!

 

Foto: Reprodução/Facebook