O governador Wilson Lima (PSC) anunciou em São Gabriel da Cachoeira, no norte do Amazonas, a 850 quilômetros de Manaus, que vai mandar retomar neste mês as obras de recuperação das ruas da cidade, paradas desde o ano passado. Disse que ainda tem caixa de R$ 4,8 milhões para isso.

Wilson esteve na cidade nesta segunda, dia 6, para receber o ministro-chefe da Secretaria de Governo (Segov) da Presidência da República, general Carlos Santos Cruz, em missão de inspeção dos serviços de saúde prestados pelo Exército à população do município.

Sobre a presença do ministro Santos Cruz no município, o governador disse que ela representa que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), tem comprometimento com a região.

“É uma prova inequívoca do compromisso que o governo federal tem com o estado do Amazonas e com esta região. Em especial com as comunidades indígenas e tradicionais”, disse Wilson.

O ministro disse que o governo federal vai atender comunidades indígenas com ações de cidadania para que tenham saúde, educação e melhor qualidade e produtividade na autossustentação.

“O governo do presidente Bolsonaro tem esse objetivo de visitar os lugares mais afastados, para tomar contato direto com a realidade do local. Aqui o objetivo é verificar a situação das comunidades indígenas e a melhor forma de aplicar os recursos disponíveis”, afirmou.

Na comitiva de Santos Cruz, o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), o também general do Exército Franklimberg de Freitas, além de outros servidores do governo federal.

 

Leia mais

Greve faz corpo mole para analisar contraproposta do governo

 

Agenda com professores

Como vem acontecendo em todas as cidades do Amazonas, Wilson se reuniu com representantes da categoria dos professores, em greve em todo o estado por reajuste salarial.

E repetiu o que vem sendo dito nas rodadas de negociações, de que o diálogo está aberto e que o governo vai atender o que estiver dentro das possiblidades dos cofres públicos. Hoje a distância é enorme: os professores querem 15%, o governo oferece 4,7%.

Os professores aproveitaram a oportunidade para apresentar outras reivindicações sobre a educação em São Gabriel da Cachoeira. Entre as principais, a de que a merenda escolar é de péssima qualidade, e parte até fora do prazo de validade dos produtos.

 

Leia mais

Governador encontra ministro de Bolsonaro em S.Gabriel da Cachoeira

 

 

Wilson Lima e a primeira-dama do estado visitam ação social voltada a jovens

 

Pelo social

Wilson cumpriu ainda dois compromissos extra-agenda com Santos Cruz. Fez a entrega simbólica de recursos de R$ 149,2 mil do Fundo de Promoção Social (FPS) para o Centro Missionário Juvenil Salesiano, que atende 200 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

“Eu fiz questão de vir a São Gabriel da Cachoeira para acompanhar essa entrega aqui no centro salesiano, que faz um trabalho muito significativo, dando ao jovem do interior essa perspectiva. Há algum tempo o interior tem sido relegado a um segundo plano”, disse.

O governador também visitou a Casa da Criança Feliz – Kunhapari Uka Suri, projeto que existe há 15 anos, administrado por freiras salesianas. A entidade trabalha com 215 crianças e adolescentes em situação de risco.

 

Fotos: Bruno Zanardo/Secom