Fonte do BNC Amazonas informou que a cúpula da Rede Calderaro de Comunicação (RCC), dona da TV A Crítica, que acaba de perder o sinal da Rede Record, foi vista ontem, dia 13, perambulando em São Paulo atrás de Sílvio Santos, o proprietário do SBT.

O objetivo é dar uma pernada na concorrente TV Em Tempo, que herdou o sinal do SBT depois que A Crítica abandonou Sílvio Santos, seduzida pelo crescimento da televisão do bispo da igreja Universal, Edir Macedo.

Segundo a fonte, Sílvio Santos ainda lembra que foi preterido pela RCC em 2007, quando foi trocado pela Record. Naquele momento, A Crítica alegava como motivo para deixar o SBT as mudanças na grade de programação nacional.

Nos primeiros meses com o sinal da Record, em que a audiência sofreu queda brutal, os empresários da família Calderaro teriam cogitado voltar aos braços de Sílvio Santos, o que não se concretizou.

Com o tempo, a RCC reconquistou a vice-liderança da audiência e a ideia de voltar ao SBT só veio agora, quando ficou sem uma cabeça de rede nacional de peso.

 

Leia mais

Rede Calderaro perde sinal da Record

 

Braga e um fato marcante na história

Foi como afiliada ao SBT que a TV A Crítica viveu seu momento histórico na política. Na véspera da eleição ao Governo do Amazonas de 2006, a emissora foi lacrada e tirada do ar por ordem da Justiça eleitoral.

O pedido de censura à empresa da família Calderaro foi do hoje senador Eduardo Braga (MDB), que disputava e viria a ganhar a reeleição. O político não gostou de ter sido criticado em programa de debate daquele pleito, comandado por jornalista convidado do SBT.

 

Leia mais

Filho nega que série tenha inspiração na vida de Wallace Souza

 

Foto: Reprodução/YouTube