Estudantes e professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e do Instituto Federal do Amazonas (Ifam) estão mobilizados para realizar atos contra o congelamento de verbas da educação feita pelo governo Bolsonaro e que tira das duas instituições quase R$ 65 milhões.

Leia mais:

Cortes de Bolsonaro a projetos no Amazonas são de R$ 203,5 milhões

Os protestos ocorrerão em Manaus, Parintins, Humaitá, Itacoatiara, Coari e Benjamim Constant.

Em Manaus, as manifestações com manifestação às 7h, na entrada do campus da Ufam, e, à tarde, às 15h, protesto na Praça da Saudade, no Centro.

Bloqueio de mais de R$ 16 milhões pode paralisar atividades no Inpa

Foto: BNC AMAZONAS