O nome do delegado federal Marcelo Augusto Xavier aguarda apenas a chancela do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para assumir a presidência da Funai (Fundação Nacional do Índio).

A informação é do o novo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Segundo o jornal O Globo, Marcelo Augusto Xavier é ligado aos ruralistas do Congresso, a favor da exploração de mineração em terras indígenas, já atuou em oposição a grupos de índios e também exerceu cargo de assessor de um dos ministros do governo Temer.

 

Leia mais 

“Quem manda sou eu”, diz Bolsonaro sobre demarcar terra indígena

 

A presidência da Funai está vaga desde 11 de junho, quando o general amazonense Franklimberg Freitas deixou o cargo após ser alvo de forte pressão da bancada, que julgou que seus principais interesses teriam sido confrontados.

Leia mais em O Globo.