O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), anunciou que vai decidir seu voto e quem apoiará nas eleições para o Governo do Estado somente no mês de julho, durante as convenções partidárias.

“Não me pergunte sobre eleição até julho. Até lá não falarei nada. Nenhuma palavra. Até lá, eu tenho certeza, que todos os candidatos me respeitarão. Não falarão nada comigo e eu não falarei nada com eles”, disse o prefeito.

A decisão foi anunciada nesta segunda-feira, dia 14, no lançamento da 3ª fase do Programa Habitacional do Servidor Público, que disponibilizará 1,5 mil unidades habitacionais com descontos e vantagens exclusivas para quem trabalha no município.

Arthur justificou sua atitude dizendo que pensar em eleições agora atrapalharia sua administração na prefeitura.

“Nós vamos cuidar disso no momento próprio. Senão eu não governo. Senão eu perco o prumo do governo. Senão eu priorizo aquilo que não é prioridade. Eleição é importantíssima. Eleição é a base da democracia, de fazer a festa das eleições com muita alegria, mas no momento certo, não é agora”, afirmou o tucano.

Comitê, corpo e alma

O prefeito também disse que não quer ver o seu “gabinete agora transformado num comitê político, num vai e vem de discussão ‘vou me eleger, não vou me eleger'”.

Ele ressaltou que quer aproveitar os meses que antecedem as eleições para lançar o BRT e avançar com o programa da Cidade Inteligente.

“Não temos que priorizar mais nada a não ser isso. Não quero perder meses preciosos de um governo que tem muito a realizar. No momento próprio, vamos nos dedicar de corpo e alma a fazer um bela festa democrática”, concluiu

 

Foto: BNC