Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), absolveu o governador José Melo (Pros) e seu vice Henrique Oliveira (SD) em um novo processo de cassação, movido do seu adversário das eleições de 2014, o atual senador Eduardo Braga (PMDB).

A denúncia era de conduta vedada a candidato durante a campanha, em que Melo teria mandado apreender material de propaganda de Braga. O governador também era acusado de ter ordenado à Polícia Militar invadir comitê eleitoral do adversário.

Os advogados de defesa de Melo contestaram as acusações, argumentos que foram acatados pelo pleno da corte eleitoral.

O Ministério Público foi contra a cassação por considerar que inexistia provas das acusações.

A relatora do processo, juíza Marília Gurgel, foi favorável a Melo, e foi seguida pelos demais julgadores.

 

Foto: BNC