Por Neuton Corrêa, da redação

 

O candidato do PSC a governador Wilson Lima respondeu agora à tarde à declaração feita na manhã desta quinta-feira, dia 13, pelo deputado estadual Sabá Reis (PR) da tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

Acerca de um suposto escândalo divulgado ontem pela revista Veja, Sabá indagou da tribuna do parlamento estadual se o candidato jantou com uma menor de 14 anos de idade ou “jantou” a menina.

Wilson classificou a declaração como desespero e jogo da velha política e que a fala do parlamentar foi uma facada em sua honra e de sua família.

“Ele nem sabe do que está falando. E ele sobe ali para ofender a honra de alguém. Ele dá uma facada na minha honra, facada na honra da minha esposa, da minha filha, do meu filho, dos meus amigos, das pessoas que gostam de mim. Esse é um jogo sujo da velha política”, disse o candidato em resposta ao BNC AMAZONAS, que o procurou de manhã para responder sobre o assunto.

O candidato comentou ainda que essa declaração de Sabá é uma estratégia de seus adversários de o atraírem para o que chamou de “campo deles” e que entende que sua candidatura seria desafiadora.

“Está ficando muito claro. Eles querem me levar para o campo deles, eles querem me levar para lama em que eles estão afundados. Eu sei que é desafiador, porque envolve muitas coisas, beneficia muita gente, têm muitos contratos milionários que estão em jogo, mas, quando eu bati no peito e disse que a bronca era comigo, eu estava muito disposto a enfrentar essa situação e vou continuar enfrentando de cabeça erguida”.

 

Leia na íntegra o que o candidato respondeu ao site.

“Esse é um ato de total desespero do Sabá Reis, diante dos números que só crescem a nosso favor. Todo mundo sabe quem ele apoia. Aliás, ele está de um lado, né? Pertence a um partido, mas apoia outra coligação. Me parece que ele vai para o lado que lhe for mais interessante, mais conveniente.

Esse é o jogo da velha política. As pessoas não aceitam mais. O deputado usar a tribuna para falar de uma coisa que ele nem sabe o que que é.

Ele nem sabe do que está falando. E ele sobe ali para ofender a honra de alguém. Ele dá uma facada minha honra, facada na honra da minha esposa, da minha filha, do meu filho, dos meus amigos, das pessoas que gostam de mim. Esse é um jogo sujo da velha política.

E não é a primeira vez que isso acontece, não. Veja o caso do presidente honra do PSB, que é do candidato David Almeida, o caso Soraia.

Que que aconteceu? Ele venceu as eleições, porque o povo naquela época não aceitava mais esta situação e mais uma vez o povo não vai aceitar esse tipo de coisa.

E aí as coisas começam a ficar muito claras entre quem representa o novo, quem representa a transformação e quem representa as velhas forças do atraso.

Está ficando muito claro. Eles querem me levar para o campo deles, eles querem me levar para lama em que eles estão afundados.

Eu sei que é desafiador, porque envolve muitas coisas,  beneficia muita gente, têm muitos contratos milionários que estão em jogo, mas, quando eu bati no peito e disse que a bronca era comigo, eu estava muito disposto a enfrentar essa situação e vou continuar enfrentando de cabeça erguida.

Agora, eles não podem continuar fazendo isso, destruindo a honra de alguém.

Se eles fazem isso comigo, um jornalista, uma pessoa aqui é reconhecida, imagina com o cidadão comum. Eles destróem a vida de alguém do momento em que é conveniente.

Esse tipo de coisa a gente não pode permitir”.

 

Foto: BNC AMAZONAS/Alex Fideles