Aguinaldo Rodrigues, da Redação

 

Neste 27 de março, a rodovia federal BR-319, batizada de Álvaro Maia em homenagem ao ex-governador do Amazonas, completa 43 anos desde que foi inaugurada por Ernesto Geisel, presidente da República militar em 1976.

Ao invés de festa, muita lamentação e protesto pela falta de compromisso do governo federal com o clamor de toda a região Norte pela pavimentação total de uma rodovia que já está aberta.

Em vez daquele bolo delicioso dos aniversários, defensores da conclusão da BR vão levar para a bola do Centro Cultural dos Povos da Amazônia, a antiga bola da Suframa, no final da tarde desta quarta, dia 27, um bolo de barro, do lamaçal que domina mais da metade dos quase 900 quilômetros da rodovia.

O protesto no lugar da comemoração é pelo descaso histórico com a estrada, fundamental para tirar o Amazonas, Roraima e outros estados nortistas do isolamento do resto do país. Diversas entidades ativistas da causa, como a Associação dos Amigos e Defensores da BR-319, vão se encontrar para o ato público.

 

 

Leia mais

O drama nas BR-319 e 230 em fotos e vídeos feitos por moradores

Governo planeja gastar R$ 100 bi em rodovias; BR-319 está fora

 

Suframa chamada a usar “prestígio político”

No dia 5 de abril, esses mesmos grupos vão à sede da seccional Amazonas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para pressionar o superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa) a se interessar pela causa.

Nesse dia, o superintendente Alfredo Menezes Júnior (PSL-AM) vai palestrar sobre a rodovia, a convite da OAB, com o tema “BR-319 como vetor de desenvolvimento estratégico para o estado do Amazonas e os benefícios de sua interligação com o restante do país – Uma questão de soberania”.

Os ativistas julgam que a Suframa, assim como governos e parlamentares, pouco ou quase nada fizeram para tirar a BR da lama durantes essas quatro décadas.

A pressão dos defensores da rodovia pavimentada sobre a Suframa é porque, sendo o superintendente uma indicação política direta do presidente da República, ele pode usar esse prestígio para reivindicar em prol da Amazônia.

 

 

Leia mais

Pacote da Amazônia, sem BR-319, quer hidrelétrica de olho no alumínio

 

Velhas promessas renovadas

Presente em Rondônia no início de fevereiro deste ano, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, garantiu que o governo já tem orçamento de R$ 100 milhões para iniciar os trabalhos na BR-319.

A bancada parlamentar federal do Amazonas já sugeriu que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) repasse os recursos necessários aos estados para que toquem a obra. O ministro ficou de estudar essa ideia.

O maior entrave alegado é o licenciamento ambiental para a pavimentação de um traçado que já existe, de Manaus a Porto Velho, e que é explorado por muitos que se aventuram na estrada deserta durante o período de sol. E no de chuva também, geralmente os seis meses de novembro a abril, movidos pela necessidade.

 

Leia mais

Ministro afirma ao Amazonas que há interesse do governo na BR-319

 

 

Era para integrar, e não entregar

Nascida no auge do regime militar, no final dos anos 60 do século passado, o lema “integrar para não entregar” não vingou. A rodovia foi entregue, ao abandono.

Pavimentada com asfalto sem qualidade, que mais parecia tinta preta, apenas uma década depois de sua inauguração já era declarada intransitável, e foi fechada para tráfego. Só no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 1996, se voltou a falar em BR-319, mas sem nada de ação prática.

No início do segundo governo Lula da Silva (PT), em 2007, a rodovia entrou no chamado plano de aceleração do crescimento, porém 12 anos depois o lamaçal é o mesmo há décadas.

Desde 2013, já no governo Dilma Rousseff (PT), cerca de R$ 100 milhões foram gastos na manutenção da rodovia, dinheiro público que se perdeu na lama.

 

Leia mais

BR-319 é pauta de governadores e bancadas do Norte com ministro

 

 

43 anos da BR-319. Será que temos o que comemorar?

Quarenta e três anos após a inauguração da BR 319, ocorrida em 27 de março de 1976, pelo então Presidente da República, General Ernesto Geisel, sob o mote “integrar para não entregar”, com o contexto da integração da Amazônia, somos convidados a refletir sobre a saga desta rodovia para avaliar se há o que comemorar nesta data.

Hoje temos uma rodovia trafegável no verão, antes nem isso tínhamos. No inverno, as condições pioram, mas ainda temos trafegabilidade com guerreiros que ainda se arriscam, como algumas empresas de ônibus.

Mas isso é tudo?

NÃO… JAMAIS

Queremos a pavimentação do trecho entre o Careiro Castanho e a comunidade do Igapó-Açu, trecho este que já possui licença ambiental.

Queremos a celeridade no processo de licença ambiental no trecho do meio da BR-319, a construção imediata dos portais que está na responsabilidade do exército e não menos importante, pedimos ao Presidente Bolsonaro que assine o decreto presidencial para a pavimentação da rodovia com a governança da União, Estados e Municípios.

Neste mês de março, estaremos nas ruas lutando por nossa rodovia e por nosso direito constitucional de ir e vir!

André Marsílio

Presidente da associação dos amigos e defensores da BR-319

 

Veja vídeo da Associação dos Amigos e Defensores da BR-319

 

Este é o Projeto do Governo Federal caminhos para a escola.Que caminhos essas crianças vão ter na BR-319 nestas condições?Obs: Esse girico é de um morador e não das empresas que fazem a manutenção.Trecho da comunidade de Realidade.Jair Messias Bolsonaro @general_mourao#Br319UmDireitoNosso

Posted by Associação dos Amigos e Defensores da BR 319: Um direito nosso on Tuesday, March 19, 2019

O vídeo recebeu a seguinte legenda:

“Este é o Projeto do Governo Federal caminhos para a escola. Que caminhos essas crianças vão ter na BR-319 nestas condições? Obs: Esse girico é de um morador e não das empresas que fazem a manutenção. Trecho da comunidade de Realidade.

Jair Messias Bolsonaro @general_mourao / #Br319UmDireitoNosso”.

 

Cheia do rio Madeira atinge a BR

 

Com a subida do Rio Madeira as águas do rio já chegam a BR-319 em Porto Velho próximo a ponte sobre o Rio Madeira.#BR319EuApoio📹#VÍDEO:Eliane Halvez via Facebook em 05/03/2019📆

Posted by BR 319,EU APOIO on Wednesday, March 6, 2019

Vídeo da página BR 319, EU APOIO/Facebook

6 de março às 19:30

“Com a subida do Rio Madeira as águas do rio já chegam a BR-319 em Porto Velho próximo a ponte sobre o Rio Madeira. #BR319EuApoio 📹#VÍDEO: Eliane Halvez via Facebook em 05/03/2019”.

 

Conheça mais a BR no diário de bordo de Elton Brito, publicado no YouTube

 

 

Fotos: Reprodução/TV Globo