O presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), votou, nesta terça-feira (19), contra o governo na primeira derrota do Palácio do Planalto. Bivar, que é aliado do presidente Jair Bolsonaro, informou por meio de sua assessoria de imprensa, que houve “erro de digitação” na votação.

Bivar (foto) votou pela aprovação da urgência do projeto que derrubou o decreto de mudança da Lei de Acesso à Informação, publicado em janeiro pelo presidente.

Pivô da crise que atravessa o governo, com a revelação pela Folha da existência de um esquema de candidaturas laranjas do PSL para desviar verba pública eleitoral, Bivar foi conversar com Bolsonaro antes da sessão.

Em seguida, votou contra o governo, o que sinaliza que a crise está longe de terminar.

Além de Bivar, Coronel Tadeu (SP), outro deputado do PSL votou a favor da urgência. O requerimento foi aprovado por 367 votos, com apenas 57 votos contrários.

Fonte: Revista Fórum

 

Foto: Câmara dos Deputados