O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, tem a preferência do presidente Jair Bolsonaro para ocupar vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) em 2020.

De acordo com publicação do G1, a eventual indicação para a vaga do ministro Celso de Mello veio com a saída do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia, na semana passada.

A derrota foi imposta por uma comissão da Câmara dos Deputados que analisa a reforma administrativa do Poder Executivo.

O retorno do Coaf para o Ministério da Economia ainda não está em vigor.

Os plenários da Câmara e do Senado ainda votarão o tema.

Nas palavras de um auxiliar de Bolsonaro, a confirmação do convite para Moro ocupar a vaga do ministro Celso de Mello, que se aposentará em 2020, é também uma forma de prestigiar, além de fortalecer, a posição do ministro da Justiça.

Em meio ao segundo turno da eleição do ano passado, Bolsonaro já havia sinalizado que, em caso de vitória, Moro seria convidado para uma vaga no Supremo.

Leia mais no G1

 

Foto: Valter Campanato/ABr