O Projeto de Lei Anticrime não terá dificuldade de ser aprovado na Câmara dos Deputados. O otimismo é do deputado Capitão Augusto (PR-SP), líder da frente parlamentar da Segurança Pública, a chamada “bancada da bala” do Congresso, em entrevista ao repórter Rafael Neves, do Congresso em Foco.

Projeto foi apresentado, nesta segunda-feira (4), pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

A proposta tem 19 objetivos voltados a combater, especialmente, corrupção, crime organizado e crime violento.

Pelo texto, estão previstas mudanças em 14 leis, incluindo o Código Penal, o Código de Processo Penal, o Código Eleitoral e as leis de Execução Penal, de Lavagem de Dinheiro de Crimes Hediondos e no Estatuto do Desarmamento, entre outras.

Capitão Augusto (foto) espera que o texto de Moro seja aprovado na Câmara ainda antes do recesso de meio de ano.

“Nesse semestre ainda 99% do projeto passa tranquilamente. Algumas questões são só pontuais devido a divergências jurídicas. Mas acreditamos que até o recesso boa parte já vai estar sendo aprovada”, avalia o parlamentar.

O projeto começará a tramitar pela Câmara.

Antes de apresentar o projeto a governadores reunidos em Brasília, nesta segunda, Moro se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para falar sobre o texto.

Já a bancada da bala tem encontro marcado com o ministro na próxima quarta-feira (6).

 

Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados