Está mantida a cobrança de R$ 3 bilhões que a empresa Amazonas Energia tem de devolver ao consumidor de energia elétrica. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não acatou pedido do grupo Eletrobrás para suspender a devolução.

Esse valor se refere a irregularidades na gestão de um fundo do setor elétrico, dinheiro que foi repassado indevidamente à Amazonas Energia entre 2009 e 2016.

Os R$ 3 bilhões foram cobrados ilegalmente na conta de luz de consumidores de todo o país nesse período.

A decisão é da Aneel e foi publicada nesta segunda, dia 18, no Diário Oficial da União.

Leia mais em O Globo.

 

Leia mais

Amazonas Energia não comprova ter térmicas para não devolver R$ 3 bi

Em guerra com Eletrobrás, Aneel diz não à Amazonas Energia sobre dívida

Foto: Reprodução/internet