Uma partida realizada na Arena da Amazônia no dia 7 de fevereiro pela Copa do Brasil está sendo investigada pelo Ministério Público do Distrito Federal.

O jogo foi entre o Manaus e CSA (Alagoas), válido pela primeira fase da competição, que eliminou o time amazonense com o resultado de 2 x 2.

O árbitro daquela partida procurou o MP-DF para denunciar que antes do jogo foi procurado pelo gerente de futebol do Brasiliense, Paulo Lorenzo, que teria lhe oferecido R$ 20 mil para facilitar a vida do Manaus.

O caso foi registrado ontem pelo jornalista Lauro Jardim, em seu blog no site do jornal do O Globo.

O outro lado

Dirigente do Manaus Futebol Clube ligou para a redação do BNC AMAZONAS explicando que o processo que trata do caso já foi encerrado e que a agremiação foi excluída da demanda por falta de prova.

O dirigente disse achar estranho a atenção da mídia nacional  com esse caso. Sugeriu que o interesse seja prejudicar o futebol de Manaus.

Atualizada às 8h40

Foto: Reprodução/Globo Esporte