O prefeito de Iranduba, Francisco Gomes da Silva (DEM), o Chico Doido, pode ser cassado pela Câmara Municipal a partir de uma denúncia popular de prática de infrações político-administrativas, que envolvem crimes de responsabilidade e improbidade administrativa.

A câmara acolheu hoje, dia 13, denúncias formuladas pela servidora da prefeitura e moradora de Iranduba Rosane Corrêa por meio de uma ação impetrada no dia anterior. Uma comissão processante foi instalada para investigar as denúncias.

Entre elas, a de que Chico Doido não repassou ao órgão de previdência do município mais de R$ 4,2 milhões do que recolheu em 2017 e de junho a outubro deste ano do salário de servidores efetivos.

Só em 2017 teriam sido R$ 2,5 milhões em obrigações patronais, de acordo com a denúncia. A prefeitura também reteve mais de R$ 1,6 milhão que descontou do salário dos servidores efetivos em 2017.

Leia a denúncia, na íntegra: Iranduba_denúncia Chico Doido

 

Leia mais

TCE-AM obriga prefeito de Iranduba a fazer licitação no transporte

 

Nova tentativa de cassação

Chico Doido vai enfrentar o segundo pedido de cassação de seu mandato na câmara nos últimos 60 dias.

Em 12 de setembro, o prefeito foi acusado de irregularidades em licitações do transporte escolar.

 

Foto: Reprodução/Facebook