Bolsonaro é cobrado pela ampliação do auxílio aprovado no Congresso

Mais beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 e 1.200 foram aprovados pelo Congresso, mas presidente não sanciona projeto

 

Bolsonaro é cobrado pela ampliação do auxílio aprovado no Congresso

Assine para receber em primeira mão

Encontrou algum erro? Entre em contato
TAGS
VEJA MAIS