Aliados do petista Francisco Praciano, preterido pelo próprio partido no desejo de concorrer ao Senado, divulgam que ele ficou de apresentar ainda nesta quinta, dia 9, uma proposta para encerrar a polêmica que se estabeleceu com a opção do PT de apoiar a reeleição da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB).

Praciano manifestou a amigos que estaria preocupado com o isolamento de Vanessa após a confirmação da direção nacional do PT de que ela é o nome a ser apoiado nas eleições. Os petistas a querem, mas o principal parceiro da coligação, o PSB, rejeita a comunista, afirma a fonte.

Logo que o candidato a governador David Almeida (PSB) soube do veto a Praciano pelo PT, o convidou para ser seu vice na chapa, mas o petista recusou.

 

Proposta é grandeza política, dizem petistas

Agora, depois de quase uma semana de muita polêmica e debates, Praciano estaria disposto a propor a David que o aceite como candidato a vice, mas com uma condição: o PSB aceitar Vanessa como candidata ao Senado na coligação.

Os petistas avaliam que o isolamento de Vanessa favorece as candidaturas a senador de Eduardo Braga (MDB) e Alfredo Nascimento (PR), ambos da direita.

 

Leia mais

Praciano diz que Gleisi faltou com a verdade e que agora levou um coice

 

Foto: BNC Amazonas