O pagamento de janeiro dos trabalhadores terceirizados do setor de saúde do estado está assegurado. Foi o que afirmou nesta segunda, dia 14, o vice-governador e secretário de Saúde (Susam), Carlos Almeida Filho (PRTB).

Ele deu essa informação aos representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviço de Saúde do Amazonas (Sindpriv-AM) em reunião que fez para informar medidas do governo para garantir os recursos.

Almeida Filho disse que já iniciou as tratativas junto à Secretaria de Fazenda (Sefaz) para dar aos trabalhadores terceirizados a segurança de que vão receber pelos serviços prestados.

“Já na transição, o governador Wilson Lima [PSC] determinou o contato com os fornecedores de serviços informando que os compromissos que devem ser mensalmente pagos devem ser honrados”, disse o vice e secretário.

Segundo Almeida Filho, a preocupação é só fazer um levantamento exato das despesas mensais da Susam. “Nós precisamos aferir qual a despesa específica de janeiro para que possa incluir na disponibilidade de caixa e comunicarmos aos prestadores de serviços”, afirmou.

Acrescentou que a prioridade imediata do governo é garantir a retomada dos pagamentos com as empresas terceirizadas neste mês.

 

Leia mais

“Vai faltar soro em cinco dias”, alerta Wilson sobre caos na saúde

 

Trabalhadores esperançosos

“Nós estamos confiantes, na certeza de que esse pagamento vai sair em janeiro e que vai amenizar um pouco a situação desses trabalhadores, que está preocupante”, disse a presidente do Sindpriv, Graciete Mouzinho.

Para ela, é preciso que obrigar que as empresas paguem seus funcionários quando recebem os recursos do governo.

“Geralmente, o dinheiro é repassado para as empresas, as empresas não repassam para o trabalhador e acabam passando a informação que a Susam não passou”, disse.

 

Leia mais

“Só um exemplo de má gestão na saúde”

 

Foto: Divulgação/Secom