Faltando menos de um mês para encerrar sua quarta passagem como chefe do pode Executivo, o governador Amazonino Mendes (PDT) ainda está fazendo nomeações de auditores para deixar como herança para o futuro governo de Wilson Lima (PSC).

Por decreto de 23 de novembro, Amazonino designa 12 auditores fiscais, entre titulares e suplentes, para representar a fazenda pública no Conselho de Recursos Fiscais da Secretaria de Fazenda (Sefaz).

O detalhe é que o mandato dos auditores vai de 2019 a 2020, avançando nos dois primeiros anos da gestão de Wilson.

 

Conheça nomes designados por Amazonino:

 

 

Foto: BNC Amazonas