O deputado do PP da Bahia Cacá Leão (foto) está propondo na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 aumento em mais de 100% do fundo eleitoral.

Para as eleições de 2018, o fundo tinha R$ 1,7 bilhão disponíveis para os partidos. Para 2020, Cacá Leão propõe mais R$ 2 bilhões o que totalizariam R$ 3,7 bilhões. Ele não quis conceder entrevista gravada ao G1, que reportou as informações.

No ano passado, 35 partidos receberam R$ 1,7 bilhão.

A previsão está no parecer de Leão da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 apresentado por ele, relator à Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

O deputado fez mudanças no texto enviado pelo governo. A LDO define metas de economia e limites de despesas dos três poderes, segundo o G1.

O fundo eleitoral foi criado em 2017 para financiar as campanhas com recursos públicos.

Desde as eleições do ano passado, é proibido o financiamento de empresas nas campanhas – somente pessoas físicas podem fazer doações.

Leia mais:

Senadores buscam acordo para bilionário fundo eleitoral

Jucá, Maia e Cândido têm pressa no bilionário fundo eleitoral

 

 

A Lei de Diretrizes Orçamentárias precisa ser votada no Congresso antes do recesso parlamentar, previsto para se iniciar no próximo dia 18.

Já o orçamento para o ano que vem só será apresentado pelo governo ao Congresso Nacional em agosto, destaca o G1.

O deputado Cacá Leão não quis gravar entrevista.

O presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB-PI), disse que o relator justificou que nas eleições municipais o número de candidatos é maior e, por isso, é preciso mais dinheiro.

Leia mais no G1.

 

Foto: Reprodução/BandBahia