Ministro de Bolsonaro admite abandonar plano de asfaltar BR-319

Iram Alfaia, de Brasília   Um debate no dia 8, na Comissão do Meio Ambiente, da Câmara dos Deputados, que passou despercebido pela bancada amazonense, trouxe novas revelações sobre o projeto de asfaltamento do chamado trecho do meio da BR-319 (Amazonas-Rondônia). Essa parte da rodovia é intrafegável a maior parte do ano, e representa 406 […]

Ministro explica isenção de licenciamento para rodovias a deputados

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, é esperado nesta terça-feira (8), na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Câmara dos Deputados, para debater a isenção de licenciamento ambiental para construção e ampliação de rodovias. É um debate que interessa, e muito, à Amazônia, que espera a conclusão da BR-319 (Manaus-Porto Velho). O […]

Funai reprova plano ambiental do linhão Manaus-Boa Vista

O parecer técnico da Fundação Nacional do Índio (Funai) sobre o projeto de licença ambiental para que o linhão de energia elétrica corte a reserva indígena dos waimiris-atroaris entre Manaus e Boa Vista, pela BR-174, é que ele é cheio de falhas e não pode ser aprovado. De 721 quilômetros do linhão, 125 passam pela […]

Funai e União são condenadas por danos a indígenas na BR-230

A Justiça Federal no Amazonas deu um importante passo em direção à reparação de danos causados a povos indígenas pelo Estado brasileiro durante a ditadura militar, nas obras da BR-230, a Transamazônica. Condenou, a pedido do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas, a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a União pelas violações contra os […]

Ministro promete reabrir 11 portos no interior do AM em até seis meses

Os portos dos municípios amazonenses de Beruri, Canutama, Itamarati, Guajará e Santa Isabel do Rio Negro serão reabertos em três meses. Os de Itacoatiara, Coari, Borba, Iranduba, Eirunepé e Novo Aripuanã, em seis meses. Quantos aos portos de Barcelos e Lábrea, as obras estão em fase de licitação. Isso foi o que afirmou hoje, dia […]

Crime ambiental em Manaus dá oito anos de prisão a empresário

O empresário José Augusto Cardoso Filho, sócio-administrador da empresa Central de Energia e Tratamento de Resíduos da Amazônia (Cetram), foi condenado pela Justiça Federal a oito anos e cinco meses de prisão em regime fechado, além de ter de pagar R$ 1 milhão em multas. Ele foi sentenciado a pedido do Ministério Público Federal (MPF) […]